Menu

A erva que é esquecida - Cura rins, pâncreas, intestino, fígado e é excelente para as mulheres!

07 AGO 2017
07 de Agosto de 2017


O coentro é um tempero muito usado na cozinha.

Mas você sabe quais são os benefícios dele à saúde?

Além do agradável aroma, essa erva dá um sabor especial aos alimentos.

Uma curiosidade muito interessante é que os romanos usavam o coentro para disfarçar o cheiro ruim de carne podre.

Os gregos, por sua vez, usavam a planta para fazer perfumes e óleos essenciais.

Apesar dessas serem realidades distantes da nossa atual, o coentro continua sendo muito eficiente, principalmente para tratamentos médicos.

Conheça alguns benefícios:

1. Elimina toxinas

O coentro ajuda a eliminar metais pesados que tenham entrado em contato com nosso corpo.

Esse problema é mais comum do que você pode imaginar.

Corremos o risco de consumir metais pesados quando nos alimentamos com peixes, bebemos água de fontes duvidosas, usamos desodorantes industrializados, fumamos ou somos expostos ao cigarro como fumantes passivos.

Além desses, papel ou panela de alumínio, vacinas e drogas também são perigosos.
 
A consequência dessas substâncias tóxicas no organismo são doenças renais, cardíacas, emocionais, cerebrais, ossos frágeis, problemas pulmonares e, como já era de se esperar, câncer.

O segredo do coentro é que ele absorve metais a partir dos tecidos musculares e elimina-os com eficácia.
 
2. Trata problemas cardiovasculares
O coentro é conhecido por regular os níveis de colesterol, eliminando o que faz mal e elevando o que faz bem.

Isso acontece porque a planta tem ácidos orgânicos que regulam o colesterol.

3. Combate diabetes

O coentro também previne e ajuda a controlar o diabetes.
 
Tudo o que você precisa é consumir regularmente 100 gramas da planta, que é rica em potássio.

Além disso, o coentro também controla o mau colesterol.

4. É antioxidante natural

Entre todos os antioxidantes naturais presentes no coentro, o mais poderoso é a quercetina.

Assim, o coentro permite que o corpo combata os radicais livres e retarde o processo de envelhecimento, impedindo que as doenças crônicas se desenvolvam.

Não para por aí!

O coentro ajuda a reduzir sintomas de doenças cardíacas, câncer, artrite, diabetes, mal de Alzheimer...

5. Combate ansiedade

O coentro oferece propriedades calmantes e tem o papel de relaxante natural e sedativo.

Então, se tiver com nervosismo, consuma coentro.

6. Combate insônia

Se você está lutando contra a falta de sono, o coentro ajuda a resolver o problema.

7. Reduz a pressão arterial

Quem sofre de hipertensão pode resolver com um pouco de coentro.
O segredo está na pouca concentração de sódio e na alta dose de potássio, o que equilibra a pressão arterial.

Bastam 100 gramas de folhas de coentro frescas.

Procure usar numa salada, é uma boa opção.

8. É antifúngico e antibacteriano

Por essas qualidades, o coentro é ótimo também para tratar para problemas na pele.
 
9. É um desodorante natural interno

Dá para acreditar?

Uma vez que o coentro é cheio de clorofila, pode ser usado como um desodorante natural.

Além disso, é capaz de desintoxicar rins, fígado e o sistema digestivo.

O melhor de tudo é que mata bactérias que se acumulam quando suamos.

Ou seja, consumir regularmente o coentro em boa quantidade fará o seu suor ter um cheiro menos carregado.

10. Reduz cólicas menstruais

Para tanto, basta consumir o coentro em salada (temperada apenas com limão) ou tomar o chá dele.

Acabou?
Ainda não.

Temos uma super-receita para você:

SUCO DE COENTRO PARA ELIMINAR METAIS PESADOS

INGREDIENTES

1 punhado de folhas de coentro frescas

O suco de 1 limão

Meio pepino

1 maçã (sem casca se não for orgânica)

1 copo de água

MODO DE PREPARO

Bata bem todos os ingredientes no liquidificador, coe e tome na hora.

Beba este suco por 40 dias seguidos.

Faça isso todos os anos.

No período em que consumir este suco, aumente o consumo de água, pois grande parte da excreção de metais pesados se dá pela urina.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
Voltar
Tenha você também a sua rádio