Menu

Bolsonaro condiciona entrada em partido a retirada de ação no STF

11 AGO 2017
11 de Agosto de 2017


LUCAS VETTORAZZO E LUIZA FRANCO

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O virtual candidato à Presidência Jair Bolsonaro causou saia justa em evento do PEN (Partido Ecológico Nacional), no Rio, para selar a intenção de filiar-se ao partido com vistas à disputa de 2018.

O evento foi transmitido ao vivo nas redes sociais e chegou a pico de audiência de 20 mil espectadores simultâneos.

Bolsonaro iniciou o discurso dizendo que o evento marcaria o início de um relacionamento com o partido, mas não significaria um acerto definitivo ainda. O PEN deve passar a se chamar Patriotas.

"Hoje não será um casamento e nem vamos marcar a data para esse casamento. O que está em jogo é o futuro do país. Perco a eleição, mas não perco o caráter, não perco as calças. Não estou no meio de santos, mas não farei conchavo com o diabo", disse Bolsonaro.

Ele surpreendeu plateia e assessores ao condicionar a filiação à retirada de ação movida pelo PEN no STF contra o entendimento de permitir prisões de pessoas condenadas em segunda instância.

"A gente não pode entrar numa possível campanha presidencial sendo atacado como o partido que enterrou a Lava Jato", disse.

O presidente do PEN, Adilson Barroso, chamou Bolsonaro de "presidente" e disse que retiraria a ação.
Voltar
Tenha você também a sua rádio