Menu

10 Remédios Para Emagrecer Sem Receita Mais Vendidos

11 OUT 2017
11 de Outubro de 2017
Remédios para emagrecimento

Antes de mais nada, é importante deixar claro algumas questões. Não é recomendável a compra de remédios para emagrecer sem receita e sem recomendação médica. É importante sempre consultar um médico antes de consumir qualquer medicamento.

O problema da compra de remédios para emagrecer sem receita (ou qualquer medicamento) é que, muitas vezes, os efeitos prometidos pela embalagem do produto não são sentidos pelo consumidor e ainda podem trazer efeitos colaterais. Sendo assim, antes de se aventurar com um produto, mesmo que ele tenha sido recomendado por um amigo ou familiar, procure um médico e conheça todas as peculiaridades da substância e seus prováveis efeitos colaterais.

Outro problema dos remédios sem receita é que, justamente por não precisarem de prescrição médica, seus efeitos são muito duvidosos. Sendo assim, listamos alguns dos remédios para emagrecer sem receita mais famosos, para que você conheça cada um e procure seu médico para saber exatamente qual o melhor para você.

Remédios para emagrecer sem receita

Uma das principais promessas dos remédios para emagrecer é a diminuição do apetite, a aceleração do metabolismo (efeito dos termogênicos) e a queima de gordura. Listamos os principais remédios para emagrecer sem receita e que seguem os pontos-chave da perda de peso, que são:

Bloquear os carboidratos, que são grandes inimigos da perda de peso. Quando bloqueia-se a capacidade do corpo de absorver esses nutrientes, há uma redução da ingestão de calorias;

Reduzir o apetite, o que evita as famosas comilanças nos períodos errados. Determinados remédios reduzem o apetite e, consequentemente, colaboram com a diminuição do consumo de calorias;

Aumentar a queima de calorias, impulsionando o metabolismo. Os termogênicos são os principais responsáveis por esse efeito;

Reduzir a gordura, sendo que existem alguns compostos que realizam esse efeito de “derreter” a gordura.
Assim, seguindo a ordem dos pontos-chave, temos os seguintes remédios para emagrecer sem receita:

O extrato faseolamina é capaz de neutralizar o amido presente em alimentos como batatas, pão e arroz. A dose mais indicada desse produto é de 1.500 mg por dia.

Para reduzir o apetite, recomenda-se o hidroxicitrato (HCA), extraído de tamarindo. A dose recomendada é de 4.500 mg por dia.

Para auxiliar na queima calórica, recomenda-se um composto presente no chá verde chamado EGCG. Se o chá verde tiver pelo menos 50% de EGCG (em torno de 300 mg), já será possível sentir os resultados.

O picolinato de cromo exerce um importante papel na perda de peso e seu efeito mais famoso é o ajudar a queimar gordura corporal, além de aumentar a massa magra. Mas essas alegações são duvidosas para muitos pesquisadores. Recomenda-se a dose de 200 mcg por dia.

Alguns outros remédios

Alli (Orlistat) é o primeiro remédio da lista, que é o conhecido por ser uma versão menor da droga Orlistat, presente no remédio Xenical (apenas vendido com prescrição médica). É necessário aliar uma dieta hipocalórica/saudável e exercícios para perceber efeitos desse produto.

Garcinia Cambogia é um suplemento natural, derivado de um fruto nativo de climas quentes.

Ácido Linoléico Conjugado (CLA) possui avaliações contraditórias; alguns estudos mostram resistência à insulina e níveis de colesterol HDL mais baixos ao consumir o CLA.

Efedrina é um outro suplemento recomendado para a perda de peso, mas foi banida do mercado em 2004. Outros produtos surgiram em seu lugar, como a Citrus aurantium, sinefrina ou octopamina. É preciso ter cautela ao consumir produtos com efedrina, pois foi registrado efeitos perigosos sobre a frequência cardíaca e pressão arterial.

Picolinato de Cromo é um suplemento muito vendido mundialmente. O produto pretende ajudar a queimar calorias e diminuir o apetite.

Suplementos derivados de chá verde são, normalmente, ricos em antioxidantes e cafeína. Muito utilizados para auxiliar na perda de peso, gerar energia, agilidade mental e reduzir a pressão arterial.

Hoodia é uma erva vendida como inibidora de fome. Pode ser consumido em pó ou comprimido.

Quitosana é o nome de uma fibra natural de origem animal encontrada na carapaça de crustáceos como camarão, lagosta e caranguejo. A Quitosana é muito utilizada para fins emagrecedores. Essa fibra é capaz de se agrupar a um volume de gordura até 8 vezes maior que seu peso; em seguida, esse conjunto é eliminado através do trato intestinal, sem ser absorvido pelo organismo.

L-Carnitina promove o metabolismo da gordura, ou seja, processa a gordura para que esta sirva de combustível durante os exercícios físicos. Além disso, ajuda a reduzir a produção de radicais livres e ameniza o dano no tecido muscular após o treino.

Laranja Amarga, ou citrus aurantium é um suplemento que veio forte como alternativa a efedrina. Esta substância visa acelerar o metabolismo corporal e com isso conseguir maior queima de gordura. Muitos suplementos termogênicos utilizam a citrus aurantium em sua formulação.
Voltar
Tenha você também a sua rádio